“História em Roda Viva” destaca a originalidade da obra de Durval Muniz

A próxima edição do “História em Roda Viva”, série de debates promovida pelo Proprietas, contará com a presença de Durval Muniz, professor titular de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e pesquisador associado ao instituto. O evento acontecerá no dia 26 de março, às 15h, na sala 516 do Bloco O, no campus Gragoatá da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Intitulado “Engajamento e originalidade de um autor notável”, o debate faz parte de uma proposta de encontros que busca discutir o tema “propriedade”, eixo central de pesquisa do instituto. O formato do encontro busca estimular questões sobre a construção histórica de tal noção, sendo concebido singularmente a partir das investigações em curso de cada convidado. Após a exposição dos pontos de interesse de sua pesquisa atual, a discussão é aberta aos demais pesquisadores que compõem a mesa redonda. Nessa edição contaremos com a presença de Francisco Santiago, Paulo Pinheiro Machado, Valdei Araújo e Ronaldo Vainfas, pesquisadores do campo historiográfico. A mediação será feita por Márcia Motta, coordenadora geral do Proprietas. Posteriormente, a plateia poderá participar ativamente do debate, expondo suas perguntas e possibilitando uma troca efetiva de conhecimento.

Para receber certificado de participação, é necessário realizar a inscrição no seguinte link: 

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf0DwoOpgmZuXIn4vYil4RWaN1Hyzgjtbfth-7yYCQ-TKKVzg/viewform?vc=0&c=0&w=1

Mini bio de Durval Muniz

Professor titular aposentado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, atualmente é professor visitante da Universidade Estadual da Paraíba e professor permanente dos Programas de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (1994) e tem pós-doutorado em Educação pela Universidade de Barcelona e em Teoria e Filosofia da História pela Universidade de Coimbra. É coordenador do Comitê da Área de História do CNPq. Tem experiência na área de História, com ênfase em Teoria e Filosofia da História, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, nordeste, masculinidade, identidade, cultura, biografia histórica, produção de subjetividades e história das sensibilidades. É autor dos livros “Xenofobia: medo e rejeição ao estrangeiro”, “Cartografias de Foucault”, “Nordestino: uma invenção do falo”, entre outros. 

Compartilhe: